top of page

Linn da Quebrada


Nascida em 18 de julho de 1990 em São Paulo, Lina Pereira dos Santos é uma artista multifacetada que tem se destacado no cenário brasileiro como cantora, compositora e atriz. Sua história é marcada por uma jornada de autoconhecimento, expressão artística e ativismo social.


Nascida e criada na periferia de São Paulo, Linn cresceu em uma família religiosa, seguindo os dogmas das Testemunhas de Jeová. Sua trajetória de vida tomou um rumo significativo quando, ao assumir sua homossexualidade, enfrentou preconceitos dentro de sua própria família. Esse período foi um divisor de águas em sua vida, levando-a a se mudar para a capital paulista, onde começou a reconstruir sua vida e identidade.


A identificação de Linn como travesti foi um momento crucial em sua jornada pessoal e profissional. Ela emergiu no cenário artístico com uma voz poderosa e uma presença magnética, desafiando normas e quebrando paradigmas. Sua música e performance se tornaram ferramentas para a expressão de sua identidade e de suas lutas como mulher trans.


No campo da música, Linn ganhou reconhecimento com sua primeira música autoral, “Enviadescer”, lançada em 2016. Seu talento e estilo único a catapultaram para o sucesso, com seu álbum de estreia "Pajubá" em 2018, seguido por "Trava Línguas". Sua música transcende gêneros, combinando elementos de crítica social com ritmos que convidam à reflexão e à dança.


No cinema, Linn da Quebrada conquistou o prêmio Teddy Awards de "Melhor Documentário Estrangeiro" no Berlinale de 2018 com o documentário "Bixa Travesty". O filme, que ela co-escreveu e protagonizou, explora sua vida e luta contra o machismo e a transfobia, ampliando sua influência além dos palcos.


Sua participação no Big Brother Brasil 22 foi um momento marcante em sua carreira, onde enfrentou episódios de transfobia, mas também recebeu apoio maciço do público e de artistas como Elza Soares e Anitta. Linn utilizou essa plataforma para educar e sensibilizar um público mais amplo sobre as questões trans.


Além de sua carreira artística, Linn da Quebrada é conhecida por sua atuação social e ativismo em favor das minorias. Ela fala abertamente sobre as dificuldades enfrentadas pelas travestis na sociedade e usa sua visibilidade para lutar por dignidade e respeito para todas.


Recentemente, Linn passou por uma cirurgia de feminização facial, um processo que reflete seu contínuo esforço para alinhar sua aparência externa com sua identidade de gênero. Ela compartilhou abertamente sua experiência e os desafios emocionais associados à cirurgia, contribuindo para a discussão sobre a realidade das mulheres trans e travestis na busca por aceitação e reconhecimento.


Linn da Quebrada é uma artista excepcional, cuja vida e obra desafiam normas e inspiram mudanças. Ela continua a ser uma voz poderosa e um ícone para a comunidade LGBTQIA+ no Brasil e no mundo.


Foto: Wallace Domingues


31 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page