top of page

Erika Malunguinho


Nascida em 20 de novembro de 1981 em Pernambuco, Erica da Silva é uma das vozes mais influentes e pioneiras na luta pelos direitos LGBTQIA+ e da população negra no Brasil. Sua vida e carreira são uma fusão de arte, política e ativismo, refletindo sua dedicação incansável à justiça social e à igualdade.


Criada em uma família engajada em movimentos populares, Erica iniciou sua jornada artística e ativista ainda jovem, explorando as complexidades das identidades transvestigeneres.


Ao mudar-se para São Paulo, ampliou seu foco para incluir questões raciais, consolidando sua identidade como mulher trans. Seu percurso acadêmico na USP, onde concluiu o mestrado em Estética e História da Arte, lhe proporcionou uma base sólida para suas futuras empreitadas.


Em 2016, a transformação de seu estúdio de arte no Aparelha Luzia marcou um passo significativo em sua trajetória. Esse espaço se tornou um centro cultural vital e um quilombo urbano, representando um refúgio seguro contra o racismo e um local para a celebração e difusão da cultura e política negras.


O assassinato de Marielle Franco em 2018 foi um momento decisivo para Erica, impulsionando-a a entrar na política. Sua eleição como a primeira deputada estadual trans da Assembleia Legislativa de São Paulo pelo PSOL foi não apenas um marco histórico, mas também um avanço significativo para a representação política de pessoas trans e negras no Brasil.


Em 2022, embora tenha anunciado inicialmente sua candidatura à Câmara dos Deputados, Malunguinho optou por retirá-la, reiterando seu compromisso contínuo com a luta política e a possibilidade de ocupar um cargo executivo no futuro. Sua trajetória política é um testemunho de sua resiliência e compromisso com a mudança social.


Além de sua carreira política, Erica passou por uma cirurgia de redesignação sexual, um aspecto profundamente pessoal de sua jornada. Ela optou por falar abertamente sobre o procedimento, enfatizando a importância de democratizar as discussões sobre as experiências trans. Sua decisão reflete uma busca contínua por autenticidade e autoaceitação.


Atualmente, Erica Malunguinho também atua como consultora criativa na agência Soko, onde sua experiência em políticas públicas contribui para projetos de impacto social. Sua atuação se estende à educação, ao cinema e às artes plásticas, refletindo sua multifacetada abordagem à vida e ao ativismo.


A história de Erica Malunguinho é um exemplo de coragem, resiliência e impacto. Ela continua a ser uma força motriz na luta por um Brasil mais inclusivo e justo, onde a voz de cada pessoa, independentemente de raça, gênero ou orientação sexual, é ouvida e valorizada. Sua jornada é uma inspiração contínua, não apenas para a comunidade LGBTQIA+ e negra, mas para todos os que buscam um mundo mais equitativo e empático.


Foto: Inês Campelo/MZ Conteúdo


33 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page