top of page

Áive


Nascide em 09 de setembro de 2000 em Montes Claros, Minas Gerasi, Áive é uma pessoa não-binárie de 23 anos que vive uma jornada de autodescoberta e expressão de gênero. Utilizando todos os pronomes, muitas vezes se expressa no masculino devido às exigências dos papéis sociais, mas sua identidade vai além dessas fronteiras convencionais.


Nesta jornada, Áive enfrenta desafios significativos, incluindo a disforia de gênero, que afeta a maneira como se sente em relação a seu corpo e como deseja expressar seu gênero.


Esta disforia é particularmente intensa quando aspira a uma apresentação mais feminina, sentindo-se limitade pela percepção de ser "masculino demais". Essa luta interna é uma fonte de frustração e reflete a complexidade de sua experiência como uma pessoa não-binárie.


A paixão de Áive pelas diversas formas de arte é uma chama que ilumina sua vida. Seja na música, no cinema, na culinária ou na moda, Áive encontra refúgio e expressão na vasta tapeçaria da criação artística. Esses interesses não são apenas hobbies; são extensões de sua identidade e maneiras de explorar e expressar o eu interno.


O maior sonho de Áive é tornar-se médique, quebrando barreiras e almejando ser a primeira pessoa trans médica formada pela universidade de sua cidade. Este objetivo não é apenas uma aspiração pessoal, mas também um símbolo de progresso e representatividade para a comunidade trans e não-binária.


Áive é uma voz de coragem e resiliência, desafiando normas e construindo um caminho próprio em um mundo muitas vezes resistente à mudança. Sua jornada é um testemunho da força da identidade e do poder da autenticidade.



Foto: Arquivo pessoal


44 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page