top of page

Pedro Caê


Nascido em 16 de maio de 1986 em São Paulo, Pedro é uma pessoa não-binária, preta com orientação bissexual. As crenças espirituais de Pedro estão alinhadas com uma perspectiva mais ampla.


A história de vida de Pedro é marcada por transformações significativas. Durante grande parte de sua vida, ele foi socialmente identificado como mulher, assumindo papéis tradicionalmente associados ao gênero feminino. Além disso, ele é pai de gêmeos, o que acrescentou outra dimensão à sua jornada.


Segundo Pedro, sua transição de gênero começou tarde, aos 36 anos, logo após o nascimento de seus filhos. Naquele momento, Pedro começou a questionar sua identidade de gênero, embarcando em um profundo processo de autorreflexão. A aceitação da identidade não-binária, que parecia inalcançável até então, tornou-se realidade.


Para se dedicar à criação de seus filhos, tomou a corajosa decisão de deixar seu emprego, rompendo com uma carreira de 20 anos como gerente de equipe. Além disso, ele fez esforços para participar ativamente do cuidado com seus filhos, inclusive passando por um processo de lactação induzida - uma experiência notável com o objetivo de apoiar a amamentação, compartilhando essa responsabilidade com sua então esposa.


A jornada de Pedro não foi isenta de desafios. Ele enfrentou preconceitos e estereótipos sociais ao assumir o papel de pai não gestacional, especialmente considerando que seus filhos têm pele mais clara. Infelizmente, o casamento de Pedro chegou ao fim cerca de um ano e um mês após o nascimento de seus gêmeos.


Atualmente, Pedro está no processo de reconstrução de sua vida, e a identidade não-binária desempenhou um papel fundamental em sua jornada. Essa identidade de gênero diversa e fluida o levou a explorar novos horizontes e descobrir possibilidades que ele nunca imaginou.


A história de Pedro Caê é um testemunho poderoso de coragem, autodescoberta e resiliência diante das complexidades da identidade de gênero e das transformações na vida.

Foto: Arquivo pessoal


23 visualizações2 comentários

2 comentários


Convidado:
29 de jan.

Foda a história desse Cara, parabéns por estar se colocando em seu lugar , se priorizando , que você tenha muita força e discernimento para continuar levando sua incrível jornada de cabeça erguida .

Curtir

Convidado:
29 de jan.

Que coisa mais linda! Obrigado por isso gente!

Curtir
bottom of page